Monthly Archives: setembro 2015

Fora Levy! Que os ricos paguem pela crise!

O Levante Popular da Juventude realizou hoje, 5 de setembro, um ato em frente à sede do Banco Central, em Belo Horizonte/MG.

 

Cerca de 150 jovens se concentraram na sede do banco para denunciar e repudiar o ajuste fiscal, os cortes dos direitos dos trabalhadores e dos orçamentos de políticas sociais. Uma política econômica neoliberal, aplicada pelo Governo Federal e proposta pelo Ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

A intervenção no Banco Central tenta chamar a atenção para a necessidade de um novo plano econômico. Um plano que,  ao invés de empurrar a crise financeira para as costas dos trabalhadores, faça com que os bancos e as grandes fortunas paguem por essa conta.

ato02

Segundo Laryssa Sampaio, “as medidas de ajuste fiscal, propostas pelo ministro Joaquim Levy, não resolvem os problemas causados pela crise. O ministro se utiliza do discurso da crise econômica para efetuar ataques aos direitos dos trabalhadores e retomar a agenda neoliberal na economia.”

O protesto ocorreu durante a Conferência Nacional da Frente Brasil Popular, que reúne cerca de 2500 pessoas de 18 estados. O evento acontece desde às 9h na Assembleia Legislativa de Minas Gerais e a programação vai até às 18h.

Um dos objetivos da Conferência Nacional é buscar por meio da unidade de diversas organizações – sindicatos, movimentos sociais e partidos políticos – fortalecer a Frente Brasil Popular na luta contra as tentativas de golpe e contra as medidas conservadoras impostas para a sociedade de maneira arbitrária, principalmente pelo Congresso Nacional.

ato01

Confira alguns vídeos da ação realizada em Belo Horizonte:

https://www.facebook.com/levantepopulardajuventude/videos/1005809462817941/

https://www.facebook.com/levantepopulardajuventude/videos/1005805799484974/


Constituinte é a resposta positiva para a saída da crise

SONY DSC

Foto: Winnie Lo

Um ano após o Plebiscito Popular que recolheu quase 8 milhões de assinaturas favoráveis a uma Constituinte do Sistema Político, mais de 800 pessoas de 19 estados e diversos movimentos se reúnem na área externa da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, palco de muitas lutas, resistência e aglutinação de forças do povo mineiro.

O Encontro Nacional e Popular pela Constituinte acontece com o intuito de afirmar a necessária luta pela reforma do Sistema Político reassumindo a bandeira da CONSTITUINTE, num período de fortalecimento do capitalismo, aprofundamento da crise econômica e intensa ofensiva conservadora.

Vários temas serão discutidos durante todo o dia em grupos de debates, entre eles estão os moldes do processo de Constituinte, a metodologia de trabalho com o povo e a construção das Assembleias Populares pela Constituinte.

O principal desafio para massificar a campanha pela CONSTITUINTE é construir uma meta-síntese comum que organize a militância que deseja fazer as reformas centrais necessárias para o pais.


Páginas:123