Em tempos de monopólio da mídia, traçar novas rotas para a comunicação

curso

Visualizando alinhar a comunicação a nível nacional, militantes do Levante Popular da Juventude participam do 2º Curso Nacional de Comunicação

Entre os dias 14 e 16 de novembro, em São Paulo, mais de 20 jovens de diversos estados participaram do 2º Curso Nacional de Comunicação do Levante Popular da Juventude. Ao refletir a realidade dos meios de comunicação a nível nacional, os cursistas consideram o espaço como um momento para se alinhar na produção de conteúdo e aprofundar o conhecimento em ferramentas que facilitem o processo de difusão das pautas do movimento.

Ao longo dos três dias, os participantes puderam aprender técnicas de edição de vídeo e fotografia, monitoramento de redes sociais, redação e produção de artes por meios das oficinas facilitadas tanto por militantes do Levante quanto por comunicadores parceiros. Além disso, a presença de convidados do setor de comunicação do Movimento Sem Terra (MST), da TVT, do Brasil de Fato, da Revista Fórum, do Muda Mais e do Fora do Eixo foi fundamental a medida que estes puderam esclarecer dúvidas e compartilhar suas experiências.

“Esse é o momento de refletir nossa comunicação e unificar o modo como o Levante se mostra para a sociedade. Mesmo que cada estado tenha seu modo particular de se expressar, é preciso traçar linhas para que a gente tenha uma identidade a nível nacional”, afirma Rafael Coelho, do setor Nacional de Comunicação do Levante, ao ressaltar uma das preocupações centrais do curso.

Em uma realidade que os principais meios de comunicação estão concentrados nas mãos de um pequeno grupo de famílias, geralmente avessos às pautas sociais, visualiza-se a comunicação como uma ferramenta fundamental de luta. É preciso traçar caminhos para que o Levante possa disputar, não apenas nas redes sociais, mas também em outros espaços, o conteúdo das informações compartilhadas na mídia. Nesse sentindo, ao fim do 2º Curso Nacional reafirma-se a necessidade da construção de um setor de comunicação cada vez mais alinhado e coeso.


Deixe seu comentario