[NOTA] REPÚDIO AOS ATOS RACISTAS E XENÓFOBOS DE FOZ DO IGUAÇU

[NOTA] REPÚDIO AOS ATOS RACISTAS E XENÓFOBOS DE FOZ DO IGUAÇU

O Levante Popular da Juventude da fronteira trinacional vem, através dessa nota, manifestar repúdio a todo e qualquer ato racista, xenófobo e preconceituoso.

13241497_843712189068280_1770930293_oO motivo da nota? Óbvio e corriqueiro. As ocorrências de agressões por racismo e xenofobia são cada vez mais frequentes na cidade de Foz do Iguaçu (no Brasil todo, inclusive) e um ocorrido recente deixou-nos escandalizados com tamanha ignorância e brutalidade.

Um companheiro Haitiano, Getho Mondesir, trabalhador e estudante de Administração Pública e Políticas Públicas, contemplado pelo programa Pró-Haiti da Universidade da Integração Latino-Americana, foi abordado por seis indivíduos quando passava na frente de um bar de noite, a caminho da Rodoviária, pois iria visitar o filho de 8 meses em uma cidade vizinha. Os homens diziam “você só está aqui por causa da Dilma”, completando com dizeres racistas como “macaco”, se achando no direito e poder de agredi-lo não só verbalmente, mas também fisicamente com garrafas de vidro e chutes, mesmo depois de ele ter caído no chão.

Policiais, ao serem acionados, fizeram pouco caso do ocorrido e foi recusado atendimento médico a Getho no hospital para onde foi levado – ele estava bastante machucado e sangrando. Um dia depois da comemoração dos 128 anos da “abolição da escravatura”.

Esse e todos os outros ocorridos só mostram que a abolição só existiu no papel. Mostram que a violência contra o negro não acabou. Mostram que a exploração e subordinação por cor de pele ainda existe. Está enraizada. E estamos aqui para lutar contra essas raízes. Para lutar contra essas correntes que impedem que alguns tenham os mesmos direitos e tanta liberdade quanto todos os outros.

Nós acreditamos na união de todos os povos e cidadanias, no compartilhamento de culturas, devemos combater qualquer ato que não respeite os direitos humanos.

REPÚDIO total a racistas e xenófobos!