[NOTA] Repúdio à ação truculenta da PM contra nossos militantes

Repúdio a ação truculenta da PM contra os militantes do Levante Popular da Juventude durante escracho contra o deputado golpista Lúcio Vieira Lima.

Denunciamos hoje através de escracho popular, no aeroporto de Guanambi – BA, o deputado federal golpista, Lúcio Vieira Lima (PMDB – BA), que votou a favor do impeachment-golpe e se tornou um inimigo da democracia brasileira. Lúcio é irmão de Gedel Vieira Lima, historicamente grileiro de terra e atualmente compõe o ministério da Secretária do Governo de Temer. O deputado Lúcio Vieira Lima, assim como seus comparsas políticos, historicamente se aproveitam de seus espaços no cargo público legislativo e do poder econômico para serem protagonistas de uma série de medidas antipopulares que atacam os direitos conquistados pelo povo brasileiro em benefício apenas dos setores da velha oligarquia. E neste momento, que um golpe de estado vem sendo efetivado através do apoio de figuras como o deputado Lúcio, nós do Levante Popular da Juventude – Núcleo Alto Sertão da Bahia nos colocamos na luta pela denúncia pública desse golpe, na defesa de nossos direitos conquistados, aos quais não admitimos retroceder! A ação contou também com a participação de professores, estudantes, sindicalistas e militantes de outras organizações.

Enquanto método de ação que o Levante vem desenvolvendo nos estados contra os golpistas, realizamos hoje em Guanambi o escracho a esse deputado, que mais uma vez aparece para um encontro eleitoreiro em nossa região. Porém, o deputado nós recebeu com a cara desse governo golpista: a truculência e repressão aos direitos da classe trabalhadora, inclusive o direito de protesto. Nossa intervenção em momento algum impediu a saída do deputado, assim como se trata de uma manifestação pacífica, como direito democrático que ainda temos.
No entanto, além de não sair, o deputado convocou a presença da Polícia Militar, enquanto instrumento repressor e de violência constante a juventude da classe trabalhadora, para escoltá-lo. Nesse momento, após nossa permanência na manifestação, um policial agrediu covardemente um militante presente, assim como agrediu um sindicalista e duas militantes do Levante Popular da Juventude. Portanto, repudiamos essa ação fascista da Polícia Militar de Guanambi, que desrespeitou nosso direito a manifestação e agrediu, inclusive mulheres, presentes no ato.
Anunciamos que a luta não cessará enquanto não derrubarmos o governo golpista e construirmos um projeto popular para o Brasil. Neste aspecto, convidamos a juventude do Brasil, da Bahia e de Guanambi a se levantar contra o golpe em curso, contra o aparelho repressor do estado, e por uma nova política econômica, que exige o trabalho de massa por uma constituinte exclusiva e soberana.

GOLPISTAS NÃO PASSARÃO!
VAI TER LUTA, FORA TEMER!

Foto destaque: Mídia Ninja


Um comentário

  • Responder Avante, este pseudos "políticos", precisam saber que o povo não está dormindo em berço esplêndido. |

    Avante, este pseudos “políticos”, precisam saber que o povo não está dormindo em berço esplêndido.

Deixe seu comentario