TOMA POSSE A NOVA DIRETORIA DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DA UFS

TOMA POSSE A NOVA DIRETORIA DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DA UFS

No dia 15 de janeiro de 2014, no auditório da Reitoria da Universidade Federal de Sergipe, tomou posse a nova diretoria do Diretório Central dos Estudantes da UFS. O clima era de celebração, pela reabertura do DCE, que estava fechado há cerca de um ano, e o tom era de compromisso com o resgate da legitimidade da maior organização estudantil do estado.

A mesa de posse contou com diversos movimentos sociais e sindicais, com os quais a nova diretoria firmou seu compromisso de contribuir, com a participação estudantil, em solidariedade às lutas dos trabalhadores do campo e da cidade. Também estiveram presentes representantes da Assembleia Legislativa e Câmara de Vereadores, dos quais foi cobrado o compromisso com as demandas da juventude e da educação pública. À Administração da universidade, também presente ao ato, foram cobradas inúmeras pautas estudantis, tais como o auxílio-xerox, residência e creche universitárias. Sem dúvidas, a exigência de melhor qualificação da política de permanência dos estudantes na universidade foi o tom do discurso de posse.

A alegria, a informalidade e o entusiasmo dos presentes, com auditório cheio, foram destaques. Foi ressaltado, pela presidenta eleita, Jessy Dayane (Estudante de Serviço Social), que a medida de uma gestão vitoriosa é o reconhecimento do DCE pelos estudantes como uma entidade capaz de defender direitos da juventude e da educação pública. Nesse sentido, ressaltou o posicionamento contrário do DCE a qualquer medida privatista, incluindo o processo que vem ocorrendo no Hospital Universitário, com a criação da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Depois de 1 ano fechado, a presidenta da diretoria empossada afirmou: “Só em dois momentos de sua história o DCE foi fechado: primeiramente, em 1964, quando todas as entidades representativas do movimento estudantil foram postas na ilegalidade pela ditadura e a segunda quando, por descaso da última gestão, o DCE passou 1 ano de portas fechadas. O momento é de reerguer essa entidade e que ela seja porta voz da luta por direitos”.
Esta gestão terá a tarefa de fazer ecoar o desejo de cerca de 30 mil estudantes espalhados pelo estado de Sergipe tanto nos campi presenciais (São Cristóvão, HU, Lagarto, Itabaiana e Laranjeiras), quanto nos polos de Ensino à Distância, além de atuarem junto aos anseios da juventude que luta pela continuação da expansão universitária, como é o caso da Juventude Sertaneja.

Participaram da mesa de Posse: Associação Aliados pelo Verso (ALPV); Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA); Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (MOTU); Central Única dos Trabalhadores (CUT); Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras Brasileiros (CTB); Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos da UFS (SINTUFS); Associação dos Docentes da UFS (ADUFS); Consulta Popular; Deputado Estadual João Daniel; Vereador Iran Barbosa; Deputada Ana Lúcia; Vice-Reitor da UFS André Maurício; Presidenta do DCE Jessy Dayane.