Levante na Bienal da UNE

Levante na Bienal da UNE

No período de 1 a 6 de fevereiro, na cidade do Rio do Janeiro (RJ), o Levante participará da 9ª Bienal da União Nacional dos Estudantes (UNE). Este ano, a Bienal da UNE traz o tema #vozesdobrasil, um convite à reflexão sobre a língua como elemento da identidade cultural brasileira, onde debaterá a língua portuguesa e suas variações: os idiomas de origem negra, indígena, a relação entre a fala e a escrita e a língua em seus amplos contextos e lugares sociais.

A caravana do Levante já está a postos, vários estados realizaram e ainda realizarão pré-bienais como forma de garantir não só a organização estrutural, mas todo o debate político sobre o espaço. O movimento contará com a presença de estudantes de mais de 20 estados do Brasil.

Levante na Bienal

Segundo Thiago Pará, militante Levante em São Paulo, a Bienal é um importante momento para que os estudantes brasileiros possam ver e compartilhar o que tem sido produzido de cultura e arte nas universidades. Isso nos remete a um grande desafio que é o de resgatar o papel que em outro momento tiveram o Centro Populares de Cultura (CPC) para a luta estudantil.

A Bienal é considerada o maior festival estudantil da América Latina. Durante os seis dias de evento, são esperadas cerca de dez mil pessoas de todo o país e também do exterior. O festival contará com shows, atividades culturais e esportivas, mostras científicas, oficinas e debates.

No primeiro dia, Rodrigo Sune, militante do Levante no Rio Grande do Sul, destaca o acontecimento da reunião da Organização Caribenha e Latino-Americana Estudantil (OCLAE), importante espaço para socialização das lutas e dos desafios dos estudantes latino-americanos. Além disso, um espaço para fortalecer um projeto alternativo e anti-imperialista na América Latina.

“Culturalmente, o Levante contribuirá com o que já faz nos estados, levando suas batucadas populares e compartilhando sua experiência no hip-hop, grafitte, estencil e outras coisas produzidas pela juventude”, diz Jessy Dayane, militante do Levante em Sergipe.

Ainda dá tempo de você ir para a Bienal com a delegação do Levante! Procure o Levante no seu estado. Caso esteja com dificuldade, entre em contato conosco pelo facebook ou pelo site.

SOBRE A BIENAL

A Bienal da UNE já passou por Salvador (1999 e 2009); Recife e Olinda (2003, 2013); São Paulo (2005); e Rio de Janeiro (2001, 2007 e 2011). O festival tem como principal proposta valorizar a identidade nacional e conectar as produções juvenis de todas as regiões do país. É considerada um instrumento de mapeamento e difusão da produção desenvolvida por jovens brasileiros, apresentando também um qualificado rol de convidados entre pensadores, artistas, ativistas e outras figuras públicas em debates, grandes shows, exposições e atos públicos.

Já participaram da Bienal personagens como Gilberto Gil, Oscar Niemeyer, Aleida Guevara (filha de Che Guevara), Ariano Suassuna, Augusto Boal, José Leite Lopes, Ziraldo, Jorge Mautner, Alberto da Costa e Silva, Mino Carta, Serginho Groisman, Abdias do Nascimento, Ondjaki, Jards Macalé, Alceu Valença, Marcelo D2, Martinho da Vila, Racionais MCs, Beth Carvalho, Lenine, O Rappa, Tom Zé, Mr Catra e Naná Vasconcelos.