NOTA EM SOLIDARIEDADE A JOÃO PEDRO STÉDILE E AO MST

NOTA EM SOLIDARIEDADE A JOÃO PEDRO STÉDILE E AO MST
O Levante Popular da Juventude repudia a manifestação difundida nas redes sociais na última semana que ameaça a vida de João Pedro Stédile, principal referência dos movimentos sociais e organizações populares no Brasil.
Em um contexto de intenso acirramento político, a ameaça à vida de uma liderança popular reafirma o caráter fascista de setores conservadores, que vem à público expressar seu desprezo pela Democracia sem qualquer constrangimento.
Exigimos que o senhor Paulo Machado, integrante da guarda municipal de Macaé/RJ, seja indiciado, julgado e condenado pela ameaça realizada, propagando o ódio e incitando a execução de uma pessoa, em troca de dinheiro.
Além disso, é necessário que o Ministério da Justiça, a Polícia Federal e a Prefeitura de Macaé se responsabilizem pelas investigações e afastamento do servidor público. O poder público não pode ficar inerte diante de atos recorrentes de incitação à violência, intolerância política, perseguição ideológica.
Em síntese, não podemos admitir atos que colocam em risco os fundamentos da nossa frágil Democracia, e que crimes como esses ganhem força e envenenem a sociedade brasileira com o ódio.
O Levante permanecerá lado a lado com João Pedro, o MST e todos os lutadores do povo, em defesa da Democracia e pela construção de um Projeto Popular e Soberano de nação.
Pátria Livre, Venceremos!
Ousar Lutar, organizando a Juventude pro Projeto Popular!
São Paulo, 12 de Março de 2015
StВdile-MST