13 DE MAIO: SEREMOS PALMARES NA LUTA PELA VERDADEIRA ABOLIÇÃO

 

Muitos de nós aprendemos nas escolas que foi o ato da assinatura da Lei Áurea, em 13 de maio de 1888, pelas mãos da Princesa Isabel, responsável pela abolição da escravatura. Pior, o fato é narrado como “bondade” de uma princesa mais humanizada, pois “libertou” os escravizados por “cordialidade”. Mas não se narra o processo de resistência, as revoltas, os quilombos, paralisações dos escravizados, processo esse que ficou conhecido como quilombagem. Pensadores e lutadores como Clóvis Moura descreve que tais lutas negras foram fundamentais para a abolição. E precisamos conhecer esse lado da história, rompendo com velho olhar eurocêntrico, enaltecendo as lutadoras e lutadores populares da época.

O movimento negro há várias décadas denuncia a falsa abolição. O dia 13 de Maio é considerado o Dia Nacional de Denúncia ao Racismo. Uma data que serve para trazer a reflexão dos impactos da falsa abolição na vida das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros, sobretudo as negras e os negros. E dessa maneira desmentir e fazer o enfrentamento à narrativa que não aborda a luta social dos escravizados.

Já o 20 de Novembro, desde a década de 70, o movimento negro passou a comemorar como dia nacional da consciência negra, lembrando a morte de Zumbi, o maior líder do Quilombo de Palmares.  Esvaziando totalmente a importância da Princesa Isabel no 13 de maio e dando visibilidade para Zumbi, Dandara, Ganga Zumba, e tantas outras lideranças que passaram por Palmares ou enfrentaram o racismo em suas vidas e na sociedade brasileira.

Há vários equívocos na narrativa que declara a abolição como uma bondade ou concessão do império, mas vamos destacar duas principais.  A primeira é que a liberdade real só vem com a garantia de direitos e isso a canetada de ouro não proporcionou.  A abolição “liberou” milhares de vítimas da maior crueldade e exploração da nossa história, sem garantir mínimas condições de vida: inclusão social, emprego, moradia, terra, educação, etc. Na realidade, só alterou os mecanismos de opressão e exploração contra a população negra, que saiu das senzalas e foi jogada nas cidades e, depois, nas favelas, sofrendo um processo de marginalização, que perpassou também pela sua cultura e tradição.

Em 2017, completam-se 129 da abolição, mas os indicadores sociais do nosso país ainda apontam a existência da desigualdade racial e social, uma evidência concreta de que não houve abolição e que a integração do/a negro/a na sociedade de classes foi a partir do racismo, da opressão e da exploração.  As  negras e negros são 54% da população, mas a sua participação no grupo dos 10% mais pobres do país é muito maior: 75%; a população negra está 73,5% mais exposta a viver em um domicílio com condições precárias do que brancos; a cada três jovens que são assassinados, dois são negros; o trabalhador negro tem o salário 47% menor do que de um trabalhador branco com o mesmo grau de formação; 56% das mulheres negras trabalham como domésticas; a taxa de analfabetismo das pessoas com 15 anos de idade ou mais é de 8,3% para brancos e 21% para negros. Esses são alguns dos vários dados que demonstram que o racismo é bem atual, aliás o mesmo se articula bem com o capitalismo.

Para o pensador e lutador Octavio Ianni, a abolição feita aos moldes da canetada de ouro serviu para colocar a população negra como exército industrial de reserva. Importante debate, pois no atual cenário onde o número de desempregados só aumenta, não podemos fugir do debate racial. Em 2016, o IBGE pela primeira vez investigou os desempregados considerando a cor ou raça da população. A taxa de desemprego das pessoas que se declararam de cor preta (14,4%) e parda (14,1%), foi maior do que das pessoas que se autodeclararam brancas (9,5%).

Vivemos sob a lógica de um racismo estrutural, ou seja, não estamos falando simplesmente de um preconceito, mas sim de uma opressão e exploração que se expressa em todas as formas e relações, especialmente na relação fundamental da sociedade capitalista, a relação capital-trabalho.  O pensador e lutador Florestan Fernandes em seu livro “A Integração do Negro na Sociedade de Classes” aborda esse debate, ao afirmar que, no Brasil, foi realizada uma falsa abolição e nunca a classe dominante se dispôs a resolver essa contradição, muito pelo contrário, sempre legou a população negra os trabalhos mais precarizados, e até análogo à escravidão, a baixa escolaridade e toda as mazelas sociais que afeta a vida das negras e negros. Tais elementos não são coincidência ou força do destino, fazem parte de uma lógica capitalista, racista e patriarcal.

O segundo equívoco é acreditar que extinção oficial da escravidão faria com que ela não existisse mais em nosso país. Estamos há um pouco mais de um século da canetada de ouro, ainda sim existem denúncias de trabalhadoras (es) de todas etnias em condições de escravidão. Segundo os dados do Ministério do Trabalho existe mais de 24 milhões de trabalhadores em situação análoga à escravidão, sendo que em 90% dos casos são em terceirizadas. Todos os anos o Ministério do Trabalho resgata trabalhadoras (es) em situação análoga à escravidão no campo e na cidade.

Todas essas questões só reafirmam o compromisso do Levante Popular da Juventude com o povo brasileiro. A população negra sempre lutou para ocupar o seu espaço, e foi essa luta que proporcionou algumas mudanças nas suas vidas. Florestan Fernandes, em sua obra, também afirma que raça e classe dialogam, dando condições ao povo brasileiro ser uma força revolucionária determinante na luta por um mundo mais justo sem exploração e sem racismo.

É do povo negro a resistência, a bravura, pois sempre esteve presente nas lutas sociais do nosso país. Neste dia 13 de maio, nós, a juventude do campo popular, temos a obrigação de narrar a história pela voz do povo, de reafirmar o compromisso que já decretamos desde a nossa primeira carta compromisso: de se somar ao movimento negro e de fazer lutas antirracistas. Na escravidão éramos Dandara, na Ditadura éramos Marighella e na atual conjuntura seremos Palmares, a ordem fora da ordem, construindo pouco a pouco para a revolução, cada célula é uma Palmares que grita para fora por justiça social, dando voz a cada vítima do racismo, enfrentando o capitalismo, conspirando: PÁTRIA LIVRE! VENCEREMOS!

POVO NEGRO UNIDO É POVO NEGRO FORTE QUE NÃO TEME A JUTA QUE NÃO TEME A MORTE !!!

JUVENTUDE QUE OUSAR LUTAR CONSTRÓI O PODER POPULAR!!!

 


2 comentários

  • Responder Cado Brasil |

    Mensagem para Jorge Desgranges:
    Vocês foram enganados e eu vou te dizer como:Assim como a Ana Lídia,o Nito e os outros,
    vocês foram iludidos com a promessa dos irmãos Marinho,de que fariam de vocês os artistas de
    sucesso que sonham.O que eles te prometeram 15 anos atrás,
    era mentira!Você ouviu eles e ouviu a mim.Eu te falei a dura realidade.Eles te falaram uma doce mentira.O que te falei,não é o que
    você gostaria de ouvir,mas é a realidade da vida.Música é assim mesmo!Eles te falaram
    o que vocês gostaria de ouvir.É doce,mas é mentira e nunca vai se realizar!Eu te falei que o único caminho
    para se tornar um grande músico é o do estudo.O da disciplina.Eles te falaram foi que montariam uma farsa,enganariam
    todo mundo e você subiria no palco para tocar como o melhor guitarrista do mundo!Bom,não?Só que
    era mentira!Isso nunca vai acontecer!Se agora eles falam pra você estudar,que eles montam essa farsa.Na verdade,você está
    sendo otário novamente.Eles estão te enganando de novo.Isso é 171!É como comprimido para matar a sede.Você toma um
    comprimido com um copo de água,que a sede vai embora!No caso,da sua sede
    ser tanta assim,que você que ser o melhor guitarrista do mundo.Vou te dizer uma
    dura realidade novamente!Você não vai ser o melhor do mundo,nem
    se tomar um barril inteiro de água!O melhor do mundo não existe.Isso é como uma Lamborguini.Um carro que a gente morre
    sem encontrar um,mas existem algumas unidades pelo mundo.Não são muitas,mas existem!São os melhores do mundo e
    para se aproximar disso,um comprimido com um copo de água é pouco.Você vai ter que tomar a
    garrafa toda.Se prepara pra rachar de estudar! Se prepara pra estudar 10 horas por dia e nunca estar entre os
    melhores,porque também tem a questão do talento e da iluminação.A ideia de decorar todos
    os solos,vai dar errada!Diria até que já deu,mas existem outras questões além dessas que te impedem hoje.Para serem bons,
    os improvisos precisam ser longos,como você pode ouvir nas minhas músicas.Mesmo se não precisasse
    ser tão longos,o trabalho que você teria para decorar o show inteiro seria imenso.Você planeja dar um giro pelos
    programas de televisão,quer gravar CDs,vai querer por todas as músicas na internet e fazer muitos show,mas
    qualquer um que te assistir duas vezes,vai ver que é tudo igual.Que são todos solo decorados!Decorar um solo
    novo para cada música, cada vez que você se apresentar,fica impossível!Mesmo que a força do quer seja
    muito grande e você estude 10 horas por dia,conseguir improvisar naquelas harmonias não é tudo,é preciso ser bonito.A pessoa
    muito técnica,vai impressionar e agradar ao público e com todo mérito,mas para ser o melhor do mundo,também
    bem vai ser preciso de muita iluminação.Isso não se aprende na escola.Isso é só Deus quem dá!A criatividade
    é um sopro de Deus na alma do ser humano!De maneira,que aquela ideia que te passaram,de que você
    enganaria a todos e se passaria pelo melhor guitarrista do mundo,era golpe.Quanto aquele comprimido de
    matar sede,no caso da sua sede ser tão grande assim,que você quer se passar pelo melhor guitarrista do
    mundo,nem se você tomar o comprimido com a garrafa toda de água!isso que quer
    não é pra qualquer um!Vamos ver até quando você vai ficar sendo enganado.Quanto a minha obra,ela é
    minha,não dos irmãos Marinho!Eles te venderam algo que não pertence a eles.Você deveria falar comigo
     e não com eles.É por esse motivo que isso também não deu certo!Sei o quanto foi caro o preço que
    eles cobraram de você por tudo isso que busca e que também não te deram o que prometeram,
    mas é porque você e seus irmãos foram enganados!Assim como está sendo com
    a Ana Lídia e o Nito hoje,iludem e já iludiram muita gente com a promessa de promover o
    sucesso das pessoas e em troca disso,as pessoas dão tudo que eles pedem.Se a Rede Globo quisesse dar um
    papel pro Flavio na novela,promover o sucesso da Claudia como cantora,já teriam feito.Pra isso eles
    não dependem de mim e nem de ninguém!Vocês cometeram um monte de crimes,se enrolaram
    com a Justiça,se queimaram geral com a juventude,passaram vergonha grande,deram muito a bunda,
    chuparam muita pica,abriram mão das mulheres,colocaram a família de vocês e várias outras
    pessoas em situação extremamente difícil,tiveram um prejuízo milionário e a única coisa que
    conseguiram em troca,foi uma fama grande de veados e otários!Foram humilhados na
    frente de todos.Vocês foram enganados e todo mundo já sabe!Os irmãos Marinho
    foram mais malandros do que vocês!!!Era golpe!Os irmãos Marinho
    são tão 71,que nem os artistas que fizeram sucesso foram felizes.Fizeram sucesso por conta própria,
    sem a ajuda das televisões e quando diante do sucesso,as televisões contrataram,
    chegaram só pra estragar tudo.Nunca deixaram eles desfrutarem
    do sucesso.Teria sido muito melhor sem as televisões!A verdade é que as pessoas não
    se esquecem.Depois que fez sucesso,nunca mais volta ao que era antes.O artista de sucesso,
    não precisa da televisão pra nada,muito menos pra estragar tudo.Existem casos diferentes,
    mas em todos os casos,foi golpe!Os reis,na verdade são escravos e todos querem se livrar.Você não é
     menos exigente do que os outros.Ninguém foi feliz e vocês também não seriam!Diria até,
    que vocês também não foram e não são!Na televisão,só os donos são felizes.Aos escravos,a felicidade
    não é concedida!Não é o caso de vocês três,porque vocês nunca tiveram nem a
    vaidade satisfeita,mas satisfazer só a vaidade e NADA MAIS,é pouco.Todos nós,seres humanos,
    precisamos de muito mais pra sermos felizes.Vocês não são menos exigentes do que ninguém!
    Os irmãos Marinho são negociante de felicidade extrema,mas cobram um preço caríssimo e nunca entregam o que prometem!
    Se quiserem falar comigo,estou aqui e com a consciência tranquila,porque não enganei vocês!Não falei
    o que você gostaria de ouvir,falei a verdade!

    Cado para tio Jorge e primos
    Gostaria de ouvir um filósofo,um inteligente mesmo,respondendo estas perguntas que parecem simples,mas
    é sobre felicidade.O que todos buscam:
    O que é a felicidade de verdade?Como ela se realiza?O que precisamos fazer para encontra-la?Só falar
    pra todo mundo na televisão que a pessoa é extremamente feliz,bastaria?Não precisaria de mais nada?Só um enchimento
    de cueca,bastaria?Se quando a pessoa for em busca dessa felicidade extrema que tanto quer,encontrar alguém 171 pra se aproveitar disso
     e um dia ela descobrir que foi enganada?A força do querer basta?Se a pessoa quiser muito essa felicidade extrema e quando encontrar
    quem venderia essa tal felicidade extrema pra ela,ela estiver disposta a pagar qualquer preço que pedirem,ela vai encontrar
    o que busca?Não sei muito,mas estou em fase de muitas descobertas!Sei que existem coisas muito importantes,que vocês mesmos já poderiam
    me explicar.Sempre que quiserem falar comigo,sabem onde me encontrar.

    Cado BrasilK

Deixe seu comentario