SP amanhece tomada pelo clima de paralisação com a chamada dos Movimentos Populares e Sociais

SP amanhece tomada pelo clima de paralisação com a chamada dos Movimentos Populares e Sociais

A onda de adesão à Paralisação Geral amanhã, sexta- feira, dia 28/4, está cada vez maior.

Só na cidade de São Paulo 130 escolas particulares já anunciaram que estarão fechadas na sexta-feira.
A paralisação está tomando conta do país e em todos os Estados da Federação os trabalhadores estão engrossando as fileiras da greve e dos protestos contra as Reformas Trabalhista e da Previdência, colocadas pelo governo Temer.

Em São Paulo membros dos Movimentos Populares e Sociais que fazem parte da Frente Brasil Popular prepararam o cenário de convocação em vários pontos da cidade com faixas e cartazes em locais de intensa circulação de pessoas, em viadutos, pontes e vias,para chamar a atenção dos moradores, em relação à chegada do dia dos trabalhadores cruzarem os braços, em defesa dos seus direitos e contra o massacre que o governo Temer tem lançado contra aqueles que construíram este país e agora correm o risco de perder seus direitos trabalhistas garantidos e a aposentadoria. Medidas que levarão ao agravamento da crise e deixará a juventude sem perspectiva de futuro.

Nenhum Direito à Menos
Fora Temer
Diretas já