A POESIA QUE ALIMENTA NOSSA LUTA

Não tenho medo da tempestade que se aproxima.Mesmo o trovão dos canhões dos inimigos não me assustamPois vi a Liberdade decepada brotar em forma de juventudeEram flores lindas que coloriam…